associação do porto de paralisia cerebral

Procura

A APPC é membro da Federação das Associações Portuguesas de Paralisia Cerebral e membro da International Cerebral Palsy Society

 

Centro de Investigação & Desenvolvimento

A investigação e desenvolvimento (I&D) na appc representa uma linha orientadora comum a toda a estratégia da Instituição:

Prosseguindo o caminho de encontrar respostas e soluções no contexto da garantia das capacidades e funcionalidades do indivíduo com deficiência, a APPC investe na sua área de Investigação & Desenvolvimento (I&D) e as subsequentes inovações adotadas e implementadas têm vindo a revelar-se  como fatores de criação de valor na qualidade dos serviços prestados.
A Investigação & Desenvolvimento a par das parcerias estabelecidas com entidades nacionais e internacionais ligadas à ciência e ao conhecimento são, para a APPC, fundamentais na criação de um futuro onde as oportunidades são de facto para todos.
Tendo em vista o acesso generalizado da população às tecnologias de Informação e Comunicação, foi lançado o projeto “Comunicação para todos”, que pressupõe a implementação de sistemas alternativos e aumentativos da comunicação.topo

O modelo de I&D adoptado pela APPC visa ser mobilizador de toda a instituição, ou seja, para além dos profissionais dedicados à Investigação & Desenvolvimento e das áreas de concretização dos projetos, a APPC pretende motivar e integrar a participação de todos os colaboradores desta instituição.

topo

Serviço de Tecnologias de Apoio

Comunicação e acesso à informação, um direito!

O Serviço de Tecnologias de Apoio (STA) para a comunicação e acesso à informação tem vindo a desenvolver as suas práticas com vista à promoção da utilização destas tecnologias.
Tem como principais objetivos:

  1. Difusão do conhecimento, sobre tecnologias de apoio para a comunicação e acesso à informação, pelas diferentes partes interessadas, através de serviços de avaliação e consultoria, de espaços de informação e de formação.
  2. Prestação de serviços de adaptação da tecnologia ao cliente, mediante solicitação e de acordo com a indicação da equipa técnica que acompanha o cliente.
  3. Procura de soluções existentes no mercado, estudo das suas potencialidades e colaboração na sua melhoria.

Coordena a colaboração da APPC com diferentes parceiros como a Fundação PT, MagicKey do Instituto Politécnico da Guarda e Sintaxe, permitindo o acesso a soluções tecnológicas já existentes, assim como a participação no desenvolvimento de novas aplicações.
Com a perspetiva da implementação efetiva das TA para a comunicação e acesso à informação, o STA tem coordenado o protocolo estabelecido entre o CRTIC Porto/DGEST e a APPC, conseguindo assim uma abordagem mais próxima ao contexto escolar. A mais-valia desta parceria com a comunidade escolar tem suscitado o interesse na criação de protocolos com outros centros de recursos do norte do país, estando já em elaboração.
O Serviço de Tecnologias de Apoio funciona no Centro de Reabilitação da APPC e é constituído por uma equipa com elementos de diferentes áreas: terapia da fala, terapia ocupacional e informática numa colaboração estreita com as restantes equipas do CR e outros serviços da APPC.
Recentemente o STA alargou os seus serviços prestando também serviços de consultoria, avaliação e adaptação da tecnologia a novos clientes, fora do âmbito clínico da paralisia cerebral e neurológicas a fins, como por exemplo pessoas com diagnóstico de: Esclerose Lateral Amiotrófica, Distrofia muscular, Traumatismo Crâneo Encefálico, Perturbação do Espetro do Autismo, etc. Neste âmbito serão atendidos os clientes que façam uma candidatura a este serviço, independentemente do seu diagnóstico clínico, desde que apresentem condições que restrinjam a atividade nas áreas da comunicação e do acesso à informação e que estejam a limitar a sua participação nos diferentes contextos de vida.
Sabendo que a comunicação e o acesso à informação é um direito de qualquer cidadão, o STA acredita que através da difusão do conhecimento pelas diferentes partes interessadas e do alargamento do seu âmbito de atuação, serão mais facilmente criadas as condições para que um maior número de pessoas com deficiência ou incapacidade usufrua em pleno do seu direito.

topo

 

Atualmente a colaborar com:

Centro de Recursos TIC para a Educação Especial do Porto (CRTIC Porto)

Avaliação de clientes já inscritos ou de novos clientes, encaminhados para o CRTIC Porto.

Fundação PT

Núcleo Fundação PT – disponibilização de equipamentos integrados nos Projetos Estrela e Olhares.

Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto / Universidade de Aveiro / Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto – Instituto Politécnico do Porto

Projeto Intellwheels - Cadeira de Rodas Inteligente com Interface Multimodal Flexível.

 

Este serviço procura responder às necessidades dos nossos clientes numa perspetiva de informação, atualização e inovação dando resposta à sua especificidade, promovendo a participação social e escolar.

 

Publicações

topo